Debate#1 – ResTelinha na Universidade Federal do Tocantins

O projeto, que há cinco anos atua na formação de jovens e no estímulo á apropriação artística e pedagógica das mídias móveis, agora quer incentivar o desenvolvimento da vocação das universidades públicas para pesquisa e extensão nesta área. Para isso está iniciando uma programação dedicada a acadêmicos e professores universitários que será realizada em Palmas – TO e Goiânia – GO.

Para a primeira edição o convidado é o artista espanhol Nacho Duran, que desde abril deste ano vem realizando a residência artística “Experimentos”, junto a jovens egressos do curso de vídeo de bolso do Telinha de Cinema na capital tocantinense. Com o tema “A influencia das mídias móveis nos movimentos sociais na América Latina e Caribe”, Duran fará um panorama das suas experiências em países como Chile, Cuba, Colômbia, Peru, Brasil e Espanha. As reflexões e o debate contarão com a participação de artistas e pesquisadores de Palmas, ainda a confirmar.

O encontro aconteceu na quarta-feira 25 de maio, às 20h, no Anfiteatro 1 do Bloco D, na UFT / Campus de Palmas. O Ciclo de Debates é uma realização da ONG Casa da Árvore Projetos Sociais em parceria com a Pro Reitoria de Extensão da UFT e com o patrocínio da Vivo e Petrobras.

Biografia dos participantes

  • Nacho Durán nasceu nas Astúrias, Espanha, e mora no Brasil desde 2001. Produziu vários trabalhos em novas mídias que têm como elo em comum a pesquisa e experimentação com micro-cinema, interatividade e VJing. Ministra palestras e oficinas sobre VJing e produção experimental para internet e celular, idealizando as oficinas telekommando, que foram realizadas em todas as regiões do Brasil, Argentina, Bolívia, Canadá, Colômbia, Cuba, Espanha, Estados Unidos, México e Peru em festivais, centros culturais e de inclusão digital.
  • Juliane Almeida, coordenadora de Audiovisual da FCT, é Bacharel em Publicidade e Propaganda pela UnB. É coordenadora geral do CHICO – Festival de Cinema de Palmas, conselheira municipal da câmara de audiovisual, oficineira do Cine Mais Cultura e coordenadora de audiovisual da Secretaria de Cultura do Estado do Tocantins.
  • Marcelo Silva é documentarista, criador e diretor de mais de 40 documentários, entre eles o premiado “Raimunda, a quebradeira”. Pós-graduado em Marketing Político pela George Washington University, ainda trabalha com marketing político, tendo comandado várias campanhas majoritárias no Estado. Foi secretário de comunicação de Palmas, redator de discursos governamentais e assessor de imprensa do governador. Trabalha na CBN Palmas.

Comments are closed.